quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

CELEBRAÇÃO ABERTURA CATEQUESE

OBJETIVO: realizar uma celebração em comunhão p
            A catequese é uma caminhada permanente e progressiva de toda a comunidade.
            As catequistas poderão estar à porta acolhendo pais e catequizandos, carinhosamente, e se possível, chamando-os pelo nome.

AMBIENTAÇÃO: Bíblia, Círio Pascal, 5 velas (para casal, catequista, membro da comunidade, catequizando, coordenadora), um bonito cartaz para ser colocado próximo ao Círio Pascal: “Boas vindas” e outro com versículo “Eu sou a luz do mundo” que entrará depois dos compromissos.

OBS:
  • Catequistas trazem suas Bíblias
  • Preparar bem a motivação e as leituras, compromissos, etc.;
  • Contatar com antecedência: animador, pais (podem ser casais diferentes para ato penitencial e compromisso), catequizandos (idem sugestão anterior), ações simbólicas, etc.
  • Preparar as ações simbólicas.

MOTIVAÇÃO: Nossa comunidade vive hoje um momento de muita alegria. Acolhemos com carinho os pais, catequistas e catequizandos que iniciarão sua caminhada na Catequese Permanente, buscando construir vida sadia e feliz, alicerçadas em Jesus Cristo. Sejam todos bem vindos e juntos possamos caminhar com alegria ao encontro do Pai.
            Vamos receber o Círio Pascal e a Bíblia, que representam o próprio Cristo Ressuscitado, presente entre nós, e que com Sua Luz e com Sua Palavra nos conduzirá na caminhada catequética em busca da verdade que nos liberta e que nos leva ao Pai.
            Com alegria recebamos os catequizandos e seus pais e catequistas. (fundo musical)

(depois que se acomodarem, prosseguir:)
O EVANGELHO NOS INCOMODA E DESACOMODA: JESUS NOS CONVOCA A SER SAL E LUZ!
            O ensinamento de Cristo supera os dos escribas e dos sábios em nossos dias. Sua Palavra tem autoridade e força incontestáveis.   
            O Evangelho nos faz compreender que Jesus Cristo é o Filho de Deus, que veio ao mundo com toda autoridade do Pai. Muitas vezes não damos importância e nem queremos ouvir seus ensinamentos, pois o Evangelho é a Palavra que continua a incomodar e a desacomodar nossa vida e nossas consciências.
           
CANTO DE ABERTURA 
SAUDAÇÃO
ATO PENITENCIAL
PR: Ó Pai, colocando-nos diante de Vossa infinita misericórdia, pedimos perdão pela falta de interesse em conhecê-Lo e por não vivermos segundo o seu Plano de amor.

PAIS: (um casal faz o pedido de perdão): Senhor, muitas vezes deixamos a educação e a formação na fé de nossos filhos de lado, preocupando-nos apenas com nosso próprio bem-estar e comodismo, esquecendo-nos do compromisso de falar de Vós, de participar em comunidade, com aqueles que, pela Sua graça nos confiaste a vida . Por isso, Senhor, nós pais, te pedimos perdão.
Todos: Piedade, Senhor, piedade, pelo nosso comodismo.

CATEQUIZANDO: (um catequizando faz o pedido de perdão): Cristo, perdoa-nos pelas vezes em não ouvimos a nossos pais, pelas vezes em que não oramos, e, principalmente pelas vezes em que esquecemos que Deus é nosso Pai. Por isso, nós catequizandos pedimos perdão.
Todos: Piedade, Senhor, piedade pelo nosso comodismo.

CATEQUISTA: Senhor, perdoa-nos pelas vezes em que nos acomodamos e não ouvimos o teu chamado, não nos esforçamos por cumprir bem nosso compromisso de cristãos e esquecemos da missão que nos deste: “Ide e ensinai, pregai o evangelho”. Por isso, nós, catequistas, te pedimos perdão.
Todos: Piedade, Senhor piedade pelo nosso comodismo.

PR: Ó Pai, que tens por todos nós um amor infinito, que conheces nossa fraqueza e limitação, e sempre nos perdoa, e só espera que nos aproximemos mais de Vós, nos conduzir à vida eterna, ilumina-nos vida no caminho do Bem, e perdoa nossos pecados.
 Todos: Amém.

HINO DE LOUVOR/ PR:OREMOS: (ORAÇÃO DA COLETA DO DIA)

CANTO DE ESCUTA

LITURGIA DA PALAVRA
HOMILIA

ANIMADOR: Neste momento o representante dos pais (um casal), o representante da comunidade, o representante dos catequistas, o representante dos catequizandos, juntamente com a coordenadora, acenderão uma vela no Círio Pascal, assumindo o compromisso de ser luz e de testemunhar Jesus Cristo. Todos os pais ficam em pé.

REPRESENTANTE DOS PAIS: (acende a vela, os pais ficam todos em pé): Um dia trouxemos nossos filhos à Igreja para receberem o Batismo. Agora os apresentamos novamente para que eles mesmos confirmem o compromisso que fizemos de educá-los na fé e no amor. Contamos sempre com a oração e ajuda de toda a comunidade no cumprimento dessa tarefa. Esta vela nos faz lembrar o compromisso de sermos luz para nossos filhos.

REPRESENTANTE DA COMUNIDADE: (acende a vela): Junto com os pais e os catequistas, nós membros da comunidade, assumimos o compromisso de ajudar estes catequizandos a cultivar sua vida no caminho do Senhor e de sua verdade. Estamos aqui para incentivá-las neste inicio de Escola de Formação na Fé. Esta vela nos motiva para o compromisso de sermos luz para os catequizandos de nossa comunidade.

REPRESENTANTE DOS CATEQUISTAS: (acende a vela; os catequistas ficam em pé); Amigos, com estes catequizandos, vamos conhecer melhor a Palavra de Deus. Pedimos ao Senhor que nos ajude a anunciá-la e vive-la para que possamos ser fiéis ao compromisso que hoje assumimos.
            Somos também responsáveis pela evangelização de nossa comunidade. Esta vela lembra-nos o compromisso de sermos luz para os catequizandos que querem crescer na fé.

REPRESENTANTE DOS CATEQUIZANDOS: (acende a vela; os catequizandos ficam em pé): Com grande alegria iniciamos a Escola de Formação na Fé. Queremos participar ativamente dos encontros e reconhecer o esforço de nossos pais, companheiros de catequese de nossa comunidade e dos nossos catequistas.

COORDENADOR: (acende a vela); Juntos, todos nós iniciamos neste encontro uma nova caminhada cristã com o compromisso de espalharmos a luz de Jesus. Estas velas que hoje foram acesas lembram o compromisso de sermos luz para nosso catequizandos e seus pais, para os catequistas e a comunidade. Agora vamos receber um cartaz, que deverá ser lido por todos para gravar na memória no coração do que Jesus nos fala no Evangelho, e que, durante todo o ano nos acompanhará em nossos encontros: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida”. (Jo 8,12)      
Ver com grupo um canto: Pode ser: Deixa a luz do céu entrar.

ENVIO DOS CATEQUISTAS - CADA UM COM SUA BIBLIA:
PR: A Bíblia trazida pelas catequistas representa o compromisso de responsabilidade e fidelidade com a Palavra de Deus. Vocês catequistas, receberam o ministério da Palavra, por isso são chamadas “Ministros da Palavra”. Eu, como administrador Paroquial, responsável por esta Paróquia Nossa Senhora da Conceição e pela evangelização, em Nome de Cristo Jesus, Nosso Salvador e Senhor, as envio a anunciar a Boa Nova do amor de Deus aos catequizandos, à suas famílias e à comunidade.
            Contem sempre com meu apoio e incentivo, e acima de tudo com a graça de Deus e a intercessão da Mãe de Jesus  e Nossa Mãe Maria Santíssima, que as envolve com seu manto maternal.
            Todo esforço de vocês não será em vão, pois é promessa de Deus que “os que educaram a muitos para a justiça brilharão para sempre como estrelas”. (Dn 12,3)

CATEQUISTAS: (com a mão direita sobre a Bíblia): Nós, catequistas, desta Paróquia Nossa Senhora Conceição, nos comprometemos a anunciar com fidelidade a Palavra de Deus, procurando, através de nossas vidas, ser exemplo para nosso catequizandos. Para isso, pedimos com a graça de Deus e contamos com ajuda da comunidade.

PROFISSÃO DE FÉ
PRECES DA COMUNIDADE: (podem ser feitas diante da Palavra- Alguém, pode ser um catequizando segura a Bíblia e após as preces, catequistas e um casal, simbolizando todos os pais, olham para ela e rezam: Senhor, quero ler, escutar e anunciar Vossa Palavra  ou mesmo a resposta que está no folheto: Fazei-nos, Senhor, profetas da Verdade

ÀS DO FOLHETO, PODEM ACRESCENTAR:
  • Em nossa vida de cada dia, rezemos.
  • Em nossa vida familiar, rezemos
  • No meio de um mundo descrente, rezemos,
  • Porque queremos seguir Jesus Cristo, rezemos,
  • Porque queremos vida plena e felicidade, rezemos,


DEPOIS DA COMUNHÃO:
CATEQUISTAS: Coloco-me agora diante do Seu infinito amor. Tu me deste a missão de anunciar as maravilhas que o Teu Filho e Senhor nosso, Jesus Cristo, desvendou aos nossos olhos.
Tu sabes que sou frágil e que não posso ser profeta do teu Reino se não purificares meus coração e meus lábios. Vejo uma multidão espalhada pelo mundo, precisando ouvir uma mensagem de esperança.
Que meu coração, meus lábios e minha vida anunciem as maravilhas que podem fazer as pessoas felizes. Dá-me o dom da ciência e da piedade. Sem o conhecimento da fé e uma vida integra não poderei ser apostolo.
Que teu Espírito Santo penetre, agora e sempre, em minha vida, que eu me deixe invadir por tua ação. Que este mesmo Espírito acompanhe minhas palavras e meus cuidados pastorais. Eis-me aqui, Senhor, envia-me a evangelizar!

ORAÇÃO PÓS-COMUNHÃO
            BENÇÃO FINAL
ENVIO DA COMUNIDADE


PALAVRAS DE SÃO JOÃO PAUILO II
 “Os catequistas devem ser como João Batista: está chamado a indicar Jesus como o Messias esperado, o Cristo. Tem como missão convidar a fixar o olhar em Jesus e a segui-Lo, porque só Ele é o Mestre, o Senhor, o Salvador. Como o Precursor, o catequista não deve enaltecer-se a si mesmo, mas a Cristo. Tudo está orientado a Ele: a Sua vinda, a Sua presença e o Seu ministério. O catequista deve ser voz que remete à Palavra, amigo que guía até o Esposo. E, sem enganoo, como João, também ele é, em certo sentido, indispensável, porque a experiência de fé necessita sempre um mediador, que seja ao mesmo tempo testemunho. Quem de nós não dá graças ao Senhor por um valioso catequista -sacerdote, religioso, religiosa ou leigo- de quem se sente devedor pela primeira exposição orgánica, sistemática e comprometedora do mistério cristão?”


Nenhum comentário:

Postar um comentário