quarta-feira, 3 de junho de 2015

CORPUS CHRISTI



SOLENIDADE DO CORPO E SANGUE DO SENHOR (4/6/2015)
Tomai, isto é o Meu Corpo...Isto é o Meu Sangue” (Mc 14, 22b.23c)

Reflexão: FAZER-SE PÃO

Pode ser que seja bonito porém não é fácil FAZER-SE PÃO.

Significa que já não podes viver só para ti, senão também para os outros.

Significa que já não podes possuir nada, nem as coisas, nem o tempo, nem os talentos, nem a liberdade como algo exclusivo.

Tudo o teu, já não é só teu, é também, para os outros.
Significa que temos que estar inteiramente disponíveis no tempo todo.




Já não podes protestar de qualquer modo, por qualquer coisa.
Não podes resmungar se te ofendem, te molestam ou te chamam a qualquer hora ou para qualquer coisa.

Significa que deves ter paciência e mansidão…
 Como o PÃO que se deixa amassar, cozer e partir.
Significa que deves ser humilde como o PÃO, que não figura entre os pratos sofisticados;     porém, que sempre está aí.
                Sempre para acompanhar.

Significa que deves cultivar a ternura e a bondade, porque assim é o pão: TERNO E BOM.
Significa que deves estar sempre disposto ao sacrifício,
como o PÃO que se deixa triturar.

Significa que deves viver sempre no amor maior, capaz de morrer para dar vida, como o PÃO.



Deixa-te triturar pelos que estão a teu lado, deixa-te amassar…
pelos trabalhos e os serviços em favor dos irmãos.              


Deixa-te cozer pelo fogo do amor e do Espírito.
Assim poderás dar-te aos que te necessitam

Ajudá-nos, Senhor, a ser PÃO para os outros. . .
Como Tu!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário