sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

ENVIO DE CATEQUISTAS


1ª SUGESTÃO
CELEBRAÇÃO ABERTURA CATEQUESE

OBJETIVO: realizar uma celebração em comunhão para conscientizar que catequizar é missão de todos: família e comunidade.
            A catequese é uma caminhada permanente e progressiva de toda a comunidade.
            As catequistas poderão estar à porta acolhendo pais e catequizandos, carinhosamente, e se possível, chamando-os pelo nome.

AMBIENTAÇÃO: Bíblia, Círio Pascal, 5 velas (para casal, catequista, membro da comunidade, catequizando, coordenadora), um bonito cartaz para ser colocado próximo ao Círio Pascal: “Boas vindas” e outro com versículo “Eu sou a luz do mundo” que entrará depois dos compromissos.

OBS:
  • Preparar bem a motivação e as leituras, compromissos, etc.;
  • Contatar com antecedência: animador, pais (podem ser casais diferentes para ato penitencial e compromisso), catequizandos (idem sugestão anterior), ações simbólicas, etc.
  • Preparar as ações simbólicas.

MOTIVAÇÃO: Nossa comunidade vive hoje um momento de muita alegria. Acolhemos com carinho os pais, as catequistas e o grupo de catequizandos que iniciarão sua caminhada na Escola de Formação na Fé, buscando construir vida sadia e feliz, alicerçadas em Jesus Cristo. Sejam todos bem vindos e juntos possamos caminhar com alegria ao encontro do Pai.
            Vamos receber o Círio Pascal e a Bíblia, que representam o próprio Cristo Ressuscitado, presente entre nós, e que com Sua Luz e com Sua Palavra nos conduzirá na caminhada catequética em busca da verdade que nos liberta e que nos leva ao Pai.
            Com alegria recebamos os catequizandos e seus pais e catequistas. (ver se é possível um fundo musical – talvez em CD mesmo)

(depois que se acomodarem, prosseguir:)
O EVANGELHO NOS INCOMODA E DESACOMODA!
            O ensinamento de Cristo supera os dos escribas e dos sábios em nossos dias. Sua Palavra tem autoridade e força incontestáveis.            
            O Evangelho nos faz compreender que Jesus Cristo é o Filho de Deus, que veio ao mundo com toda autoridade do Pai. Muitas vezes não damos importância e nem queremos ouvir seus ensinamentos, pois o Evangelho é a Palavra que continua a incomodar e a desacomodar nossa vida e nossas consciências.
           
CANTO DE ABERTURA (folheto) entrada equipe celebrativa
SAUDAÇÃO (presidente)
ATO PENITENCIAL

PR: Ó Pai, colocando-nos diante de Vossa infinita misericórdia, pedimos perdão pela falta de interesse me conhecê-Lo e por não vivermos segundo o seu Plano de amor.

PAIS: (um casal faz o pedido de perdão): Senhor, muitas vezes deixamos a educação e a formação na fé de nossos filhos de lado, preocupando-nos apenas com nosso próprio bem-estar e comodismo, esquecendo-nos do compromisso de falar de Vós, de participar em comunidade, com aqueles que, pela Sua graça nos confiaste a vida . Por isso, Senhor, nós pais, te pedimos perdão.
Todos: Piedade, Senhor, piedade, pelo nosso comodismo.

CATEQUIZANDO: (uma criança faz o pedido de perdão): Cristo, perdoa-nos pelas vezes em não ouvimos a nossos pais, pelas vezes em que não oramos, e, principalmente pelas vezes em que esquecemos que Deus é nosso Pai. Por isso, nós catequizandos pedimos perdão.
Todos: Piedade, Senhor, piedade pelo nosso comodismo.

CATEQUISTA: Senhor, perdoa-nos pelas vezes em que nos acomodamos e não ouvimos o teu chamado, não nos esforçamos por cumprir bem nosso compromisso de cristãos e esquecemos da missão que nos deste: “Ide e ensinai, pregai o evangelho”. Por isso, nós, catequistas, te pedimos perdão.
Todos: Piedade, Senhor piedade pelo nosso comodismo.

PR: Ó Pai, que tens por todos nós um amor infinito, que conheces nossa fraqueza e limitação, e sempre nos perdoa, e só espera que nos aproximemos mais de Vós, nos conduzir à vida eterna, ilumina-nos vida no caminho do Bem, e perdoa nossos pecados..
Todos: Amém.

HINO DE LOUVOR: (a primeira doxologia- isto é, a razão porque nos reunimos é para louvar e glorificar ao Pai, pela sua ação salvífica em Jesus Cristo, na força do Espírito Santo)



PR:OREMOS: Concedei-nos, Senhor, nosso Deus, adorar-vos de todo coração, e amar todas as pessoas com verdadeira caridade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Amém.

Ver com grupo de canto preparar um canto de escuta: Pode ser: Fala, Senhor pela Bíblia/ Tu tens palavras que salva/ em mim é tudo silêncio/ eu quero ouvir Tua voz.
OU
Eu vim para escutar Tua Palavra...Eu gosto de escutar... Eu quero entender... O mundo ainda vai viver...

LITURGIA DA PALAVRA

HOMILIA

ANIMADOR: Neste momento o representante dos pais (um casal), o representante da comunidade, o representante das catequistas, o representante dos catequizandos, juntamente com a coordenadora, acenderão uma vela no Círio Pascal, assumindo o compromisso de ser luz e de testemunhar Jesus Cristo. Todos os pais ficam em pé.

REPRESENTANTE DOS PAIS: (acende a vela, os pais ficam todos em pé): Um dia trouxemos nossos filhos à Igreja para receberem o Batismo. Agora os apresentamos novamente para que eles mesmos confirmem o compromisso que fizemos de educá-los na fé e no amor. Contamos sempre com a oração e ajuda de toda a comunidade no cumprimento dessa tarefa. Esta vela nos faz lembrar o compromisso de sermos luz para nossos filhos.

REPRESENTANTE DA COMUNIDADE: (acende a vela): Junto com os pais e os catequistas, nós membros da comunidade, assumimos o compromisso de ajudar estes catequizandos a cultivar sua vida no caminho do Senhor e de sua verdade. Estamos aqui para incentivá-las neste inicio de Escola de Formação na Fé. Esta vela nos motiva para o compromisso de sermos luz para os catequizandos de nossa comunidade.

REPRESENTANTE DOS CATEQUISTAS: (acende a vela; os catequistas ficam em pé); Amigos, com estes catequizandos, vamos conhecer melhor a Palavra de Deus. Pedimos ao Senhor que nos ajude a anunciá-la e vive-la para que possamos ser fiéis ao compromisso que hoje assumimos.
            Somos também responsáveis pela evangelização de nossa comunidade. Esta vela lembra-nos o compromisso de sermos luz para os catequizandos que querem crescer na fé.

REPRESENTANTE DOS CATEQUIZANDOS: (acende a vela; os catequizandos ficam em pé): Com grande alegria iniciamos a Escola de Formação na Fé. Queremos participar ativamente dos encontros e reconhecer o esforço de nossos pais, companheiros de catequese de nossa comunidade e dos nossos catequistas.

COORDENADOR: (acende a vela); Juntos, todos nós iniciamos neste encontro uma nova caminhada cristã com o compromisso de espalharmos a luz de Jesus. Estas velas que hoje foram acesas lembram o compromisso de sermos luz para nosso catequizandos e seus pais, para os catequistas e a comunidade. Agora vamos receber um cartaz, que deverá ser lido por todos para gravar na memória no coração do que Jesus nos fala no Evangelho, e que, durante todo o ano nos acompanhará em nossos encontros: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida”. (Jo 8,12)       

Ver com grupo um canto: Pode ser: Deixa a luz do céu entrar.

O PRESIDENTE LAVA OS PÉS DOS CATEQUISTAS COMO SINAL DE SERVIÇO (MINISTÉRIO)

ENVIO DOS CATEQUISTAS - CADA UM COM SUA BIBLIA:
PR: A Bíblia trazida pelas catequistas representa o compromisso de responsabilidade e fidelidade com a Palavra de Deus. Vocês catequistas, receberam o ministério da Palavra, por isso são chamadas “Ministros da Palavra”. Eu, como administrador Paroquial, responsável por esta Paróquia Nossa Senhora da Conceição e pela evangelização, em Nome de Cristo Jesus, Nosso Salvador e Senhor, as envio a anunciar a Boa Nova do amor de Deus aos catequizandos, à suas famílias e à comunidade.
            Contem sempre com meu apoio e incentivo, e acima de tudo com a graça de Deus e a intercessão da Mãe de Jesus  e Nossa Mãe Maria Santíssima, que as envolve com seu manto maternal.
            Todo esforço de vocês não será em vão, pois é promessa de Deus que “os que educaram a muitos para a justiça brilharão para sempre como estrelas”. (Dn 12,3)

NESTE MOMENTO, OU DEPOIS DO COMPROMISSO ABAIXO PODE SER REALIZADO O GESTO SIMBÓLICO PELO PRESIDENTE,

CATEQUISTAS: (com a mão direita sobre a Bíblia): Nós, catequistas, desta Paróquia Nossa Senhora Conceição, nos comprometemos a anunciar com fidelidade a Palavra de Deus, procurando, através de nossas vidas, ser exemplo para nosso catequizandos. Para isso, pedimos com a graça de Deus e contamos com ajuda da comunidade.

PROFISSÃO DE FÉ

PRECES DA COMUNIDADE: (podem ser feitas diante da Palavra- Alguém, pode ser um catequizando segura a Bíblia e após as preces, catequistas e um casal, simbolizando todos os pais, olham para ela e rezam: Senhor, quero ler, escutar e anunciar Vossa Palavra  ou mesmo a resposta que está no folheto: Fazei-nos, Senhor, profetas da Verdade

ÀS DO FOLHETO, PODEM ACRESCENTAR:
  • Em nossa vida de cada dia, rezemos.
  • Em nossa vida familiar, rezemos
  • No meio de um mundo descrente, rezemos,
  • Porque queremos seguir Jesus Cristo, rezemos,
  • Porque queremos vida plena e felicidade, rezemos,


DEPOIS DA COMUNHÃO:
CATEQUISTAS: Coloco-me agora diante do seu infinito amor. Tu me deste a missão de anunciar as maravilhas que o Teu Filho e Senhor nosso, Jesus Cristo, desvendou aos nossos olhos.
Tu sabes que sou frágil e que não posso ser profeta do teu Reino se não purificares meus coração e meus lábios. Vejo uma multidão espalhada pelo mundo, precisando ouvir uma mensagem de esperança.
Que meu coração, meus lábios e minha vida anunciem as maravilhas que podem fazer as pessoas felizes. Dá-me o dom da ciência e da piedade. Sem o conhecimento da fé e uma vida integra não poderei ser apostolo.
Que teu Espírito Santo penetre, agora e sempre, em minha vida, que eu me deixe invadir por tua ação. Que este mesmo Espírito acompanhe minhas palavras e meus cuidados pastorais. Eis-me aqui, Senhor, envia-me a evangelizar!

ORAÇÃO PÓS-COMUNHÃO

AVISOS

BENÇÃO FINAL

ENVIO DA COMUNIDADE


O SENHOR NOS CHAMA E ENVIA, A ESTA PROPOSTA ESPERA A NOSSA RESPOSTA, QUE QUANDO É DADA COM FIRMEZA, SENTIMOS QUE A SUA GRAÇA NOS CONDUZIR E DESCOBRIMOS A VERDADEIRA FELICIDADE QUE É COLOCAR OS NOSSOS DONS A SERVIÇO DO REINO.
  


2ª SUGESTÃO
ENVIO DE CATEQUISTAS
(depois da homilia)

Motivação: No início das atividades catequéticas, torna-se conveniente apresentar os catequistas e catequizandos. É importante que a apresentação seja realizada numa Celebração Eucarística ou da Palavra, quando toda a comunidade está reunida.

Símbolo: Bíblia e diversos cartazes, conforme indicação abaixo.


Objetivo: Ressaltar a importância da vocação dos catequistas; realizar o envio e a benção, dando destaque à Palavra de Deus.

Sinal da Cruz (cantado): Em nome do Pai...

Catequista: Deus fala conosco e através de nós, quando lemos, ouvimos e proclamamos a sua mensagem sempre atual. É a presença do Deus da vida na existência de seu povo. Recebemos com alegria a Palavra de Deus, cantando:

(alguns catequizandos apresentam a Bíblia e quatro velas acesas ao seu redor.)

Canto: Ergo bem alto esta Bíblia:/ ei-la entre nós e o bom Deus/ É benção que à terra desce,/ é prece que sobe aos céus.

Presidente da Celebração: ao iniciarmos o ano catequético, a benção e o envio de nossos catequistas, vamos ver algumas “chaves”, mensagens, simbolizadas em nosso próprio corpo, que nos ajudam a abrirmos e entendermos a Bíblia de forma libertadora e comprometida. Elas nos lembram que tanto a Bíblia quanto a vida devem ser lidas a partir de Jesus Cristo.

(um catequizando apresenta um cartaz com os pés)

Leitor 1: Pés bem plantados na realidade. Para ler bem a Bíblia é preciso ler bem a vida e conhecer a realidade pessoal e comunitária dos catequizandos e suas famílias. É preciso conhecer também a realidade na qual viveu o Povo da Bíblia. A Bíblia não caiu do céu, prontinha. Ela nasceu das lutas, alegrias, da esperança e da fé de um povo (Ex 3, 7-10).




Canto: Pela Palavra de Deus/ saberemos por onde andar./ Ela é luz e verdade/ precisamos acreditar.

(um catequizando apresenta um cartaz com olhos)

Leitor 2: Olhos bem abertos. Um olho sobre o texto da Bíblia e outro sobre o texto da vida. O que fala o texto da Bíblia? O que fala o texto da vida? A palavra de Deus está na Bíblia e está na vida. Precisamos ter olhos para enxergá-la.


Canto: Jesus Cristo me deixou inquieto/ nas palavras que proferiu; / nunca mais eu pude olhar o mundo/ sem sentir aquilo que Jesus sentiu.

(um catequizando apresenta um cartaz com os ouvidos)

Leitor 3: Ouvidos atentos, em alerta. Um ouvido para escutar o clamor do povo e outro para escutar o que Deus quer falar.






Canto: Fala, Senhor! Fala da vida! Só tu tens palavras eternas, queremos ouvir.

(um catequizando apresenta um cartaz com o coração)
Leitor 4: Coração livre para amar. Ler a Bíblia com sentimento, com emoção que o texto provoca. Só quem ama a Deus e ao próximo pode sentir o que Deus fala na Bíblia e na vida. Coração pronto para converter-se.

Canto: Palavras de salvação/ somente o céu tem pra dar./ Por isso meu coração se abre para escutar.



(um catequizando apresenta um cartaz com a boca)

Leitor 5: Boca para anunciar e denunciar aquilo que os olhos viram, os ouvidos ouviram e o coração sentiu sobre a Palavra de Deus e a vida. Como posso me calar?

Canto: Tenho que gritar, tenho que arriscar/ ai de mim se não o faço. Como escapar de ti, como falar/ se tua voz arde em meu peito?

(um catequizando apresenta um cartaz com a cabeça)

Leitor 6: Cabeça para pensar. Usar a inteligência para meditar, estudar e buscar respostas para nossas dúvidas. Ler a Bíblia e compreender o conteúdo de nossos manuais catequéticos.

Canto: Tu és a razão da jornada, tu és minha estrada, meu guia e meu fim. No grito que vem do teu povo te escuto de novo chamando por mim.


(um catequizando apresenta um cartaz com os joelhos)
Leitor 7: Joelhos dobrados em oração. Só com muita fé e oração podemos entender a Bíblia e a vida. Pedir ajuda ao Espírito para entender o “espírito” da Bíblia. Não podemos fazer uma leitura ao pé da letra, porque a letra mata e o espírito vivifica, como lembra São Paulo (2Cor 3,6).

Catequista: Isaias diz que a Palavra de Deus é muito eficaz. Compara-a com a chuva que molha, fecunda e faz germinar a semente. Vamos saudar a Palavra alegremente, cantando:

Canto: É como a chuva que lava/ é como o fogo que abrasa. Tua Palavra é assim/ não passa por mim sem deixar um sinal.

Presidente da Celebração: Devemos permanecer sempre firmes naquilo que aprendemos e cremos, porque sabemos de quem aprendemos. E desde pequenos conhecemos as Sagradas Escrituras e sabemos que elas têm o poder de proporcionar a sabedoria que conduz à salvação pela fé em Jesus.

(Faz a entrega simbólica da Bíblia aos catequistas, os abençoa e os envia em missão).




Nenhum comentário:

Postar um comentário