sábado, 2 de agosto de 2014

MÊS VOCACIONAL


AGOSTO: MÊS VOCACIONAL – DEUS QUIS PRECISAR DE NÓS

O mês de agosto, para a Igreja no Brasil, é ...
... dedicado à reflexão e ...
... oração pelas vocações.

          Este é O mês em que a Igreja Católica Apostólica Romana reza pedindo coragem às
pessoas convidadas e força aos que abraçaram uma vocação específica “para que
sejam fiéis como apóstolos leigos, como sacerdotes, como religiosos e religiosas para o
bem do povo de Deus e de toda a humanidade” (João Paulo II).

Vocação é um dom de Deus que implica numa resposta da pessoa chamada.
É uma graça que Deus dá às pessoas para ser parceiro (a) na concretização do seu projeto de
amor através da vida sacerdotal, religiosa, familiar e leiga.

          Dá-se um destaque especial aos domingos:
1º Domingo: motivado pela festa de São João Maria Vianney, o Cura d'Ars, dia 4 de agosto celebra-se o DIA DO PADRE; 

2º Domingo: celebra-se,o dia dos pais: destaque à vocação familiar, chamados a ser pai, mãe, gerar a vida; 

3º Domingo: comemora-se o dia dos religiosos: destaque à vida consagrada, irmãos, irmãs, clero religioso; 

4º Domingo: (quando há só 4 domingos): é o dia do catequista: destaca-se a relação da vocação com a missão de anunciar a Palavra de Deus, formar o povo de sacerdotes. Quando há o quinto domingo, o dia do catequista passa para o quinto domingo, pois o dia do catequista é sempre o último domingo do mês de agosto; 

5º Domingo: (quando há 5 domingos): é o dia dos ministérios leigos. Destaca-se a disponibilidade para o serviço à comunidade, ao Povo de Deus; Quando há o quinto domingo, o dia do catequista passa para o 5º domingo pois o dia do catequista é sempre o último domingo do mês de agosto.Que todos os batizados a se empenharem em viver e testemunhar, na alegria, a sua vocação a serviço do Reino de Deus. Por isso convidamos a todos para que rezem pelas vocações. Para que Hajam mais sacerdotes, mais religiosos, mais leigos comprometidos com nossa Igreja Povo de Deus.

“Pedi ao Senhor da Messe que mande operários para a sua Vinha” (Lc 10,2)

         
MAS... O QUE É VOCAÇÃO?
          Falamos muito de vocação. Quando dizemos que alguém tem vocação, afinal o que queremos dizer? A palavra vocação vem do latim “vocare” (chamar). Assim vocação significa chamado. É, pois, um chamado de Deus. Se há alguém que chama, deve haver outro que escuta e responde.
A vida de todo ser humano é um dom de Deus: “Somos obra de Deus criados em Jesus Cristo” (Ef 2,10). Existimos, pensamos, nos alegramos, sofremos, nos relacionamos, conquistamos nossa liberdade diante do mundo que nos cerca e diante de nós mesmos.

                                     Não somos existência lançada no absurdo: somos criaturas de Deus

          Não existe ser humano que não seja convidado ou chamado por Deus para viver na liberdade, que posssa conviver, servir a Deus, através do relacionamento fraternal com os outros.

VOCÊ É UMA VOCAÇÃO. VOCÊ É UM CHAMADO.

           Na Bíblia muitos chamados feitos por Deus: Abraão, Moisés, os profetas. Em todas as escolhas encontramos:
                                       Deus chama diretamente, pela mediação de fatos e acontecimentos ou pelas pessoas
                                       Deus toma a iniciativa de chamar.
                                       Escolhe livremente e permite total liberdade de resposta.
                                       Deus chama em vista de uma missão de serviço ao povo

                                                 Vocação é o encontro de duas liberdades:
                                 a de Deus que chama                  a do ser humano que responde                                                         

          Podemos fazer uma distinção entre os chamados: vocação à existência, vocação humana, vocação cristã e vocação especifica, uma sobrepondo-se à outra. O CHAMADO UNIVERSAL É À SANTIDADE INDEPENDENDO DA VOCAÇÃO ESPECÍFICA.

VOCAÇÃO À EXISTÊNCIA
À VIDA
          Foi o primeiro momento forte em que Deus manifestou todo seu amor a cada um de nós. Deus nos amou e nos quis participantes de seu projeto de criação, como centro com todas as possibilidades de colaborar com Ele nos dando capacidades administrativas, descobertas, reflexão e muito amor. Fomos criados à imagem e semelhança de Deus. A VIDA É A GRANDE VOCAÇÃO. Deus chama para a vida e Jesus afirma que veio para que todos a tenham em abundancia. (Jo 10,10).

VOCAÇÃO HUMANA
SER GENTE, SER PESSOA
          O ser humano recebeu o dom da vida na gratuidade de Deus. Como criatura possui uma historia singular e única. Foi-nos dada a condição da “liberdade dos filhos de Deus” (Gl 4,7), inteligência e vontade. Estabelecemos uma comunhão com o Criador e nessa atitude de dialogo somos pessoas. A pessoa aprende a viver, a dialogar, enfim a se relacionar. Todos têm direitos e deveres recíprocos.
Infelizmente, a obra prima do criador está muito desprezada: enquanto uns têm condições e oportunidades, outros vivem na miséria, sem condições básicas para ressaltar a dignidade com que foram constituídos. No mundo da exclusão acontece a “desumanização”  e pode-se perder a condição de pessoa humana.

VOCAÇÃO CRISTÃ
VOCAÇÃO DE FILHO, E BATIZADO
          Todo batizado recebeu a graça, o privilegio de ser seu filho, fazer parte de seu povo eleito, de sua Igreja. Através da vocação cristã, somos chamados à santidade, vocação à perfeição, recebendo a mesma fé pela justiça de Deus; Fomos eleitos e chamados pessoalmente por Cristo para se como cristãos, testemunhas e seguidores do Mestre Jesus. Chamados à fé pelo Batismo, a pessoa humana foi qualificada de outra forma. Assim todos fazem parte do “reino de sacerdotes, profetas e reis” ( IPd 2,3)
                                                        Sacerdote: colocar-se como oferenda constante a Deus. (Rm 12, 1-4)
                                                  Profeta: denunciar as injustiças e anunciar a Palavra de Deus.
                                                        Rei: somos co- herdeiros de Deus. Devemos ser seus colaboradores, na instrução do Reino. Esta foi a missão de Jesus, e é nossa, hoje. Toda pessoa batizada tornou-se um seguidor de Jesus Cristo, participante de uma comunidade de Fé que pode se chamado para participar na obra de Deus, como membro da sua Igreja, seguindo diferentes:
VOCAÇÃO LAICAL
(NO MATRIMÔNIO/ NO CELIBATO/SOLTEIRO- APÓSTOLO)
          Assim todo cristão, solteiro ou casado, batizado em Cristo, tornando-se membro da sua Igreja é convocado a ser apóstolo, anunciador do Reino de Deus, exercendo funções temporais. O leigo vive na secularidade e exerce sua missão insubstituível nos ofícios e trabalhos deste mundo. O Concilio Vaticano II sublinhou que a vocação e a missão do leigo “contribuem paraa santificação do mundo, como semente na massa”. (LG 31)
  
VOCAÇÃO DO MINISTÉRIO ORDENADO
(DIÁCONO, PADRE E BISPO)

VOCAÇÃO À VIDA CONSAGRADA
(SER IRMÃO RELIGIOSO OU IRMÃ RELIGIOSA/ VIDA ATIVA OU CONTEMPLATIVA)

          Na construção do Reino somos únicos, pois cada vocacionado é uma história do amor de Deus irrepetível, única!!Cada um é especial!



Nenhum comentário:

Postar um comentário