segunda-feira, 9 de julho de 2012


ESPIRITUALIDADE DO CATEQUISTA

     1. Espiritualidade é...

 ... a vida segundo o Espírito;

 ... viver o mistério de Cristo na própria vida;

 ... a ciência que estuda  a  vida espiritual.

     

2. Diz a Sagrada Escritura...

 * Ez 36,24,27; Jr 31,31,34; . Jl 3,1-1;Jo 15,26s.; . At 1,4; Rm 8,1-39; Gl 5,16-23; 1 Cor 2,7-16.

     

3. Diz a Igreja...

 * DCG 104 e 108 (1971); AG 17; DGC 233-252 (1997).

     

4. Importância da espiritualidade

É dimensão da formação catequética, porque...

*     Assegura a vocação, a fé, o conteúdo e a vivência do catequista;

*     Realça a força transformadora da Palavra de Deus e da sua mensagem na sua vida pessoal e na capacitação para o anúncio;

*     Garante a perseverança diante das dificuldades internas e externas;

*     Ajuda o catequista em sua missão de conduzir os catequizandos a Cristo;

*     Colabora na coerência de vida do catequista.

 “Viver de esperança  é não sufocar com a apertura das dimensões humanas abrindo uma brecha para o infinito.”
(Me. Ma. Helena Cavalcanti) 

    
5. Fontes da Espiritualidade
- A Palavra de Deus;
- A Liturgia.  



     6. Meios para a formação espiritual

*     Meditação diária da Palavra de Deus;

*     Participação na Celebração e Comunhão Eucarística;

*     Devoção mariana;

*     Formação humana, bíblica, teológica, espiritual, litúrgica, metodológica, pedagógica e psicológica;

*     Conhecimento da vida dos santos;

*     Interação fé e vida;

*     Profunda comunhão com o Magistério da Igreja e as orientações da Diocese;

*     Bom relacionamento e afetividade com o pároco, os demais catequistas, catequizandos e comunidade eclesial.
 

“Vale a pena correr o risco de Deus”.
(Me. Ma. Helena Cavalcanti)
 

     7. Dinâmica da vida espiritual 

- Querer estar com Jesus numa total disposição para aprender d’Ele seu modo de ser e de agir.

“Tende entre vós os mesmos sentimentos de Jesus Cristo” (Fl 2,5)

- Bondade, Ternura e Misericórdia;

- Espírito Comunitário;

- Coração livre e desapegado;

- Abraçar a Cruz com amor.
 

“Se aderirmos ao seu Plano de Salvação e partilharmos de seus sentimentos, caminharemos confiantes e atrairemos muitos irmãos às desesperados para a grande descoberta do sentido de suas vidas.”
(Me. Ma. Helena Cavalcanti)
Fonte: CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA DE BELÉM

Nenhum comentário:

Postar um comentário