quinta-feira, 3 de maio de 2012

MÊS DE MAIO, O MÊS DE MARIA



Maio, o mês de Maria é uma antiga e muito bela tradição que teve origem na Europa, continente que se caracteriza precisamente, por suas profundas raízes cristãs, como o testifica sua história, sua cultura e sua religião.

O mês de Maria se celebra em Maio e é chamado “Mês das Flores”, que tem esse nome porque com a chegada do bom tempo e traz as chuvas de inverno, o campo e os jardins começam a cobrir-se de um verde intenso e de cores e aromas das flores. É o apogeu da primavera.

E assim, desde a Idade Média se consagrou o “mês das flores” à Virgem Maria para render culto às virtudes e belezas da Mãe de Deus. A primeira noticia clara que se tem da consagração do mês de Maio à Virgem Maria, vem de Alfonso X, o Sábio, rei da Espanha, no século XIII. Este rei - Juglar cantava em suas "Cantigas de Santa Maria" os louvores de Maio em honra da Virgem Santíssima.

Com o florescimento espiritual do século XVI deu-se um grande impulso a esta formosa prática, com especiais exercícios de piedade durante todos os dias, os que vão considerando diversos mistérios, títulos e excelências da Mãe do Senhor. A universalização desta prática verificou-se no século XIX, quando foi favorecida e enriquecida com indulgências pelos sumos Pontífices Pio VII e Pio VIII.

Já no século XIII, o Rei Alfonso X, o Sábio convidava a louvar e invocar a Maria, ante seu altar, no mês das flores. Ele mesmo escreveu as Cantigas de Santa Maria, porque queria “recitar em honra da Rosa das Rosas e da Flor das Flores”.

Na Itália, foi São Francisco Neri, no século XVI, o iniciador do Mês de Maio dedicado a Maria, com o costume de convidar jovens a cantar, levar flores  e oferecer sacrifícios à Virgem.

No continente da América foram os missionários espanhóis que difundiram e promoveram a tradição de dedicar o mês de maio mês de Maria. Por este motivo, existe uma grande devoção popular e afeto para a Mãe de Deus, como assim testemunham os inumeráveis santuários marianos sob diversas invocações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário